Anticorpos para o vírus Vaccínia na infecção experimental em bovinos

Hermann G. Schatzmayr, Yone e Silva Denne

Resumo


Anticorpos para o vírus Vaccínia, formados após inoculação em bovinos usados no preparo de vacina antivariólica, foram testados. Titularam-se os anticorpos inibidores de hemaglutinação, fixadores do complemento, neutralizantes e precipitantes. A classe de globulinas a que pertenciam estes anticorpos foi determinada, através de prévia filtração em gel de Sephadex G-200. Observou-se uma rápida formação de anticorpos nos animais, aparentemente mais rápida do que a resposta em pessoas primo-vacinadas e próxima à resposta em revacinados. O padrão de formação e o desaparecimento precoce das globulinas IgM sugere sua utilidade no diagnóstico de infecções recentes do grupo Pox, o que teria aplicação importante no diagnóstico diferencial de outras infecções vesiculares, bem como na caracterização de anticorpos devidos a antigas vacinações ou infecções por membros deste grupo de vírus.


Palavras-chave


Vírus vaccínico; imunoglobulinas; respostas de anticorpos

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461