A suplementação protéica hibernal e a fecundidade das vacas de corte no Rio Grande do Sul

Cezar Santiago, Walter Chagas Hoffmann

Resumo


A influência da suplementação hibernal com torta de linhaça foi estudada em 92 vacas com e sem cria, mantidas extensivamente em campo nativo. Os resultados foram comparados com outras 489 vacas por um período de três anos. No 1.° e 2.°  ano de suplementação, as vacas sem cria foram significativamente mais férteis do que as com cria. Comparando a fecundidade das vacas com cria, as que receberam suplementação protéica foram significativamente mais férteis a partir do segundo ano de experimentação. A suplementação não teve efeito significativo sobre a fecundidade das vacas sem cria. Concluiu-se que existe um aumento de fecundidade com a suplementação alimentar de torta de linhaça apenas para as vacas em lactação.


Palavras-chave


Cio post-partum; óleo de linhaça; suplementação de proteína; fertilidade; reprodução

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461