Adubação básica, nitrogênio em cobertura, espaçamento e desbrota na produção do tomateiro

Lucila M. de A. Maschio, Gladys F. de Sousa

Resumo


Foram estudados, no comportamento do tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill.), os efeitos dos seguintes fatores: a. adubação básica: 400-600-450 kg/ha de N, P2O5 e K2O, e 400-1.200-900 kg/ha de N, P2O5 e K2O, respectivamente, para os níveis 1 e 2 de adubação; b. N em cobertura, equivalente a 0 e 200 kg/ha de N; c. densidade de plantio, 20.000 plantas/ha (espaçamento 1,00 m x 0,50 m) e 41.667 plantas/ha (espaçamento 0,80 m x 0,30 m); e d. sistema de condução de plantas, ou seja, com desbrota a duas hastes e sem desbrota. Os fatores ausência de desbrota e alta densidade de plantio (41.667 plantas/ha), isoladamente, assim como a respectiva interação, aumentaram a produção comerciável em t/ha e em número de frutos/ha. A supracitada interação propiciou, também, incrementos na produção de frutos Extra 2A.


Palavras-chave


níveis de NPK; densidade de plantio; frutos comerciáveis; frutos Extra 2A

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461