Analise dinâmica de sistemas de colheita e manuseio de biomassa para utilização como fonte de energia

Bárbara Heliodora Machado Mantovani, Robert M. Peart, Harry Gibson

Resumo


Desenvolveu-se um modelo matemático, em SLAM II, para simular colheita e transporte de palhada de milho, feno e cavacos de madeira para abastecer continuamente uma unidade de processamento de biomassa. Usaram-se dez anos de dados climatológicos e de produção do estado de Indiana, EUA, para quantificar o efeito do clima no desempenho do sistema, que foi analisado em diferentes situações. O clima mostrou ser variável importante, especialmente na colheita de palhada de milho e feno. Houve casos em que foi preferível alugar equipamento do que comprar, para diminuir custos de produção. Foram produzidas, em média, 3,3 t/ha e 1,9 t/ha de palhada de milho e feno, respectivamente. Cavacos de madeira vindos de corte de florestas naturais totalizaram 86 t/ha, de desbaste, 53 t/ha, e de plantações, 40 t/ha (100, 20 e 5 anos de rotação respectivamente). Em ano de condições climatológicas médias, colheita e transporte de palhada de milho (fardos cilíndricos) custaram 71% mais caro que de cavacos de madeira (corte de florestas naturais). Fardos retangulares e cilíndricos equivaleram-se em custos de produção, mas transportar os cilíndricos custou 55% a mais. Custos para produzir e transportar cavacos mostraram-se cerca de duas vezes maiores em florestas naturais, quando comparados com corte de plantações de árvores.


Palavras-chave


simulação; modelos matemáticos; palhada de milho; cavacos de madeira; produção de etanol

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461