Trypanosoma em bovinos, no Estado de Mato Grosso do Sul

Joaquim Miranda da Silveira, Hermano José Honório de Melo, Fernando Paiva, Olímpio Crisóstomo Ribeiro

Resumo


É relatada, pela primeira vez, a presença do Trypanosoma theileri Laveran 1902, em bovino da raça Holandesa preto e branca no Estado de Mato Grosso do Sul. O animal foi admitido no Hospital Veterinário da UFMS, em Campo Grande, pois apresentava estado de caquexia, anemia, edema submandibular e diarréia escura e em jato. Exames laboratoriais revelaram que o animal apresentava verminose intensa e hipoproteinemia acentuada. O animal foi tratado por duas vezes com anti-helmínticos e recebeu duas transfusões sanguíneas. Cerca de uma semana após a segunda transfusão, o estado clínico do animal piorou acentuadamente e logo depois ele morreu. Exames de esfregaços sanguíneos e de "impressões" de órgãos revelaram a presença de incontáveis megatripanosomas com características morfológicas e biométricas do Trypanosoma theileri. Embora seja considerado praticamente apatogênico para bovinos, é possível que, neste caso, o parasito tenha contribuído decisivamente para o agravamento do quadro clínico e para a morte do animal.


Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461