Armazenamento de água em Latossolo Roxo Distrófico sob pastagem e cultivo anual

P. Z. Moukarzel, P. C. da Costa, R. J. de Andrade, J. C. Freire

Resumo


O armazenamento de água foi determinado em Latossolo Roxo Distrófico (Typic Acrorthox) da região de Lavras, MG, com duas coberturas vegetais (pastagem e cultivo anual) durante, aproximadamente um ano, com amostragens a intervalo de quatorze dias. Determinou-se a umidade, em três posições no relevo (parte superior, média e inferior), com três repetições nas camadas 0-15, 15-30, 30-45, 45-60, 60-75, 75-90 e 90-105 cm de profundidade. Com os dados do conteúdo de água de cada camada, calculou-se o armazenamento de água, pelo método de integração. Os resultados do armazenamento de água mostraram diferenças por camada entre coberturas vegetais, épocas de amostragem e posição no relevo. O armazenamento e as variações foram maiores em relação à quantidade de água existente no espaço poroso. A área com pastagem foi a que armazenou mais água, e também a que mais a perdeu. Com os dados do armazenamento de água, identificou-se o regime de umidade, sendo údico, para o Latossolo Roxo Distrófico sob as duas coberturas vegetais estudadas.


Palavras-chave


porosidade do solo; solo poroso; umidade do solo; umidade gravimétrica; regime de umidade; disponibilidade de água

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461