Alterações físicas, químicas e físico-químicas em frutos de abacaxi cv. Smooth cayenne por incidência de fusariose

S.M. Chalfoun, V.D. de Carvalho

Resumo


A ocorrência de fusariose (Fusarium moniliforme Sheld var. subglutinans WR & RG) é o principal problema que afeta a cultura do abacaxi (Ananas comosus cv. Smooth Cayenne) no Brasil. Frutos parcialmente atacados pela doença tornam-se imprestáveis para o consumo "in natura", mas podem ser aproveitados para industrialização. No entanto, além das perdas físicas sofridas pelos frutos, por causa da doença, deve-se considerar a possibilidade de ocorrência de alterações físico-químicas e químicas em seus constituintes. Observou-se, em um cultivo com aproximadamente 20% de frutos atacados, que além da diminuição de 23% no peso dos frutos e de 8% na porção utilizável da polpa, a incidência de fusariose causou a ocorrência de frutos com polpa apresentando teores inferiores de acidez e de açúcares redutores e totais, uma maior relação sólidos solúveis/acidez, e um aumento nos teores das frações oligoméricas e poliméricas dos compostos fenólicos e nos fenólicos totais, em relação aos frutos sadios.


Palavras-chave


abacaxi; fusariose; Fusarium moniliforme Sheld var. subglutinans WR & RG.; qualidade do fruto

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461