Adubação nitrogenada na cultura da alface: fontes de N e inibidor da nitrificação

Newton N.C. Pereira, Manlio S. Fernandes, Dejair L. de Almeida

Resumo


Foram estudados, em condições de campo, os efeitos de diferentes fontes de N (ureia, nitrocálcio, sulfato de amônio, esterco de galinha e efluente de biodigestor), com (CNS) e sem (SNS) inibidor de nitrificação (nitrapirim), sobre a absorção de nitrogênio por alface (Lactuca sativa L.). O inibidor de nitrificação per se não mostrou efeito negativo sobre o crescimento das plantas. Entretanto, quando aplicado junto com a uréia, o inibidor reduziu significativamente o peso seco da alface; ocorreram também reduções significativas de peso quando o inibidor foi aplicado junto com esterco de galinha e nitrocálcio. O maior acúmulo de peso seco foi observado no tratamento esterco de galinha-SNS. O efluente de biodigestor mostrou ser uma fonte inadequada de N para as plantas. No tratamento esterco de galinha-SNS - foram observados acúmulos de N-NO3 (superiores ao tratamento Nitrocálcio-SNS), a níveis potencialmente tóxicos para nutrição humana. Constata-se que, no manejo atual, um excesso de N está sendo aplicado na cultura da alface no estado do Rio de Janeiro.


Palavras-chave


nitrato; nitrogênio

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461