Aplicação de boro no solo e respostas do cafeeiro

Antonio E. Correa, Marcos A. Pavan, Mario Miyazawa

Resumo


Estudou-se a resposta de mudas de cafeeiros à nutrição de B, em Latossolo Roxo Distrófico e em Latossolo Vermelho-Escuro Distrófico fase arenosa apresentando diferente capacidade de adsorção. Os tratamentos consistiram da adição de solução de ácido bórico (0,0; 0,5; 1,0; 2,0; 4,0 e 8,0 μg de Bml-1 ). Foram avaliados quatro métodos para extração de B dos solos: pasta de saturação; HCI 0,05 N; HCI 0,1 N; e HCI 0,05 N + H2 SO4 0,025 N. Os teores de B foram determinados pelo método com azometina-H. A adsorção de B pelos solos foi consistente com o mecanismo descrito pela isoterma de Langmuir, com exceção dos desvios observados quando a concentração de B na solução do solo foi superior a 4 μg ml-1 . A quantidade de B adsorvido aumentou com o pH. Determinou-se que a capacidade dos solos de adsorverem B depende da textura deles. As técnicas de extrato da saturação e da extração de HCI 0,05 N mostraram a melhor correlação com a absorção de B pelas plantas. Encontrou-se que os cafeeiros respondem somente ao B em solução e não são diretamente influenciados pelo B adsorvido.


Palavras-chave


coffea arabica; método de extração de B do solo; adsorção; azometina-h

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461