Adesivos para inoculação e revestimento de sementes de leguminosas

S. M. de Faria, H. De-Polli, A. A. Franco

Resumo


Estudou-se a possibilidade da substituição da goma arábica por adesivos caseiros, na inoculação de sementes de leguminosas com Rhizobium em mistura com turfa. Os adesivos estudados, polvilho de araruta (Maranta arundinaceae), polvilho de mandioca (Manihot esculenta) e farinha de trigo (Triticum aestivum), apresentaram aderência e estabilidade equivalentes à goma arábica na formação de revestimentos (péletes), usando-se Minercal, Cofermol (adubo contendo Co,Fe e Mo) e FTE micronutrientes. A sobrevivência do Rhizobium nas sementes foi maior com goma arábica, seguida do polvilho de araruta, polvilho de mandioca e farinha de trigo; porém, com todas as gomas, sementes inoculadas e guardadas por sete dias em condições ambientais e protegidas contra luz solar direta apresentaram mais de 104 bactérias por semente. Já o uso de água e principalmente do óleo diesel produziu resultados inferiores. A nodulação e fixação de nitrogênio em feijão (Phaseolus vulgaris) com o uso dos adesivos testados foi superior à inoculação com água ou óleo diesel. Observou-se aumento de eficiência nos nódulos de feijão e do N total fixado, tanto com a peletização pelo uso do FTE-BR9 como pelo uso de Cofermol; isto, provavelmente, por causa do Mo contido nestes adubos.


Palavras-chave


péletes; nutrição; micronutrientes

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461