Análise do crescimento e desenvolvimento do algodoeiro no Paraná

Amador Villacorta, Andrew Paul Gutierrez, Walter Jorge dos Santos, Marina Ângela Pizzamiglio

Resumo


Um modelo de simulação para a variedade de algodoeiro IAC-17 (Gossypium hirsutum L.) é apresentado e testado com êxito quando comparado com dados de campo. O modelo é da forma estocástica e representa um considerável avanço com respeito a prévios modelos determinísticos. É examinado também o efeito das condições meteorológicas ocorridas durante a safra 1982-83 para Londrina, PR, sobre a produção do algodoeiro.


Palavras-chave


modelagem de plantas; modelo estocástico; dinâmica populacional

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461