Alimentação de ruminantes com subprodutos da industrialização da cana-de-açúcar: medula de bagaço e creme de levedura

Oscar E. Molina, Manuela R. Toranzos de Perez, Nora I. Perotti, Pedro G. Perez

Resumo


Realizou-se um teste de alimentação de ovinos usando dois subprodutos da industrialização da cana-de-açúcar: medula de bagaço e creme de levedura de destilaria como suplemento fibroso e protéico, respectivamente, aos quais adicionaram-se grãos de milho moídos para equilibrar seu valor nutritivo. Cinco ovelhas foram alimentadas individualmente durante quatorze dias, sem que se manifestassem sinais de rejeição do alimento, o que permitiu, mediante pesagens diárias da matéria ingerida e dos excretos, determinar os coeficientes de digestibilidade da matéria seca (71,6%), da matéria orgânica (75,3%), da proteína (72,6%), da fibra (35,5%), do extrato etéreo (70,0%) e dos extrativos não nitrogenados (84,6%), e assim também os nutrientes digestíveis totais (NDT = 70,48%), valores estes que permitem colocar este alimento como apto para o consumo animal.

 


Palavras-chave


alimentação animal; proteína unicelular

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461