Análise de sistemas de produção de propriedades agrícolas, Paracatu, MG.

Paulo Renato F. Franz

Resumo


O presente trabalho trata dos sistemas de produção agropecuários cm Paracatu (MG), identifica os fatores limitantes e discute os possíveis impactos das inovações tecnológicas. Apresenta o diagnóstico dos recursos naturais desse município e analisa a economicidade das propriedades, fundamentado na margem bruta por hectare (Ml3/ha). Utiliza o programa LISA (Logiciel Inuígré des Systõnies Agraires) para relacionar a MU/ha com as vanáveis intervenientes no resultado econômico. O grupo rural analisado revela-se heterogêneo. As propriedades modernas são mais rentáveis, mais onerosas e mais dependentes de fatores externos, como insumos, máquinas e empréstimos, sendo adniinistradas por agricultores mais escolarizados. Situam-se nas zonas mais planas, onde produzem grãos para o mercado. As propriedades tradicionais estão situadas nos terrenos mais acidentados e são dedicadas essencialmente à pecuária leiteira e gerenciadas por agricultores mais idosos, que exploram culturas de subsistência. Um esquema de modernização diferenciado deve ser proposto, incorporando ao sistema produtivo das propriedades modernas e mais capitalizadas, os resultados de um progresso tecnológico mais exigente em alocação de recursos, e ao das tradicionais, um sistema de produção de subsistência compatível com um padrão de vida aceitável.


Palavras-chave


diagnóstico; margem bruta

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461