Adaptabilidade e estabilidade de genótipos precoces de cana‑de‑açúcar no Rio Grande do Sul

Mario Alvaro Aloisio Verissimo, Sérgio Delmar dos Anjos e Silva, Rogério Ferreira Aires, Edelclaiton Daros, Wildon Panziera

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a adaptabilidade e estabilidade de genótipos de cana‑de‑açúcar de maturação precoce, quanto à produtividade de colmos e de Brix, no Estado do Rio Grande do Sul. Quinze genótipos de maturação precoce foram avaliados nas safras 2009/2010 e 2010/2011, por meio da análise de efeitos principais aditivos e interações multiplicativas (AMMI). As interações genótipo x ambiente foram de alta significância e evidenciaram a alteração de posição na classificação dos genótipos de um ambiente para outro. Novos genótipos superaram, em produtividade e estabilidade, o genótipo‑padrão precoce RB855156, embora este ainda se destaque pela produtividade, estabilidade moderada e ampla adaptabilidade. O genótipo RB966928 destacou-se pela riqueza e produtividade de Brix, estabilidade moderada e ampla adaptabilidade. Salto do Jacuí, RS, é o ambiente mais indicado para testes preliminares de seleção de genótipos.

Palavras-chave


Saccharum; AMMI; interação genótipo x ambiente; melhoramento vegetal

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461